Vídeo mostra o novo golpe do botijão de gás; assista

Todo mundo quer pagar menos na hora de comprar produtos. Com o gás de cozinha não é diferente. O preço é caro e todo a economia é válida. Mas nem sempre a pechincha é motivo de comemoração.

Quando a “esmola é demais, o Santo desconfia”, diz o ditado, que vale para o novo golpe que “empresas” distribuidoras do combustível doméstico estão aplicando por aí.

Indignados com a fraude de que foram vítima, alguns moradores da cidade de Santa Cruz, no interior do Rio Grande do Norte, gravaram um vídeo para alertar outros consumidores.

Eles aparecem focando um botijão de gás que havia sido comprado há onze dias, em um ponto de venda do bairro Paraíso. Ávidos por descobrir o conteúdo do recipiente que estava muito pesado, eles abrem o invólucro.

“Esse gás foi tirado do cliente agora. Passou onze dias. E tá pesado viu”, diz o rapaz que tenta romper o lacre com uma ferramenta.

“Vamos revelar agora como é que ele está. Isso é em Santa Cruz, Rio Grande do Norte”, afirma o outro homem, que filma a ação.

“Será que não vai dar pipoco pra cima de nós?”, pergunta um terceiro, que logo é respondido. “Não vai dar pipoco porque pressão não tem”.

“Vamos desvendar o que há dentro desses bujão aqui (sic)”, promete o cinegrafista.

Vencida a etapa de abrir o botijão, o rapaz que o maneja começa a inclinar o vasilhame. “Vamos ver se tem chumbo ou é o que que tem aqui. Olha aí, tá cheio d’água”, demonstra, ao detectar um líquido turvo que começa a escorrer.

“Botijão cheio de água em Santa Cruz. A população tá comprando água em vez de gás de cozinha”, grita o cinegrafista.

“Rapaz, sacanagem. Tem condição um negócio desse?”, comenta o colega, para logo depois ser complementado: “Esse é o verdadeiro assalto. Se você disser, os clientes não acreditam não”.

“Mas vai ver pela internet agora”, promete o rapaz que registra a enorme poça que se forma com a água que sai do botijão.

Segundo informa um deles o botijão teria sido comprado em um local chamado Ligue Moto, no bairro Paraíso. Um dos participantes da descoberta da fraude diz que é o terceiro botijão fraudado que ele pega.

“Isso aqui é água. Pra você que quer comprar gás mais barato, é assim. Olha a promoção que você arruma”, alerta um dos consumidores.

“Tá feita a reportagem viu?”, finaliza o responsável pelo vídeo.

Embora o golpe parece ser uma novidade, ele já foi tema de reportagens na imprensa em 2011, por ocasião da cobertura da explosão de um restaurante no Rio de Janeiro. Muitos sites, como o G1, mostraram os perigos da comercialização do gás de cozinha. Casos de botijões repletos de água foram flagrados e mostrados.

Fonte: br.blastingnews

Loading...

Gostou? então Compartilhe!

Mais Lidas

loading...

JOIN THE DISCUSSION