Mãe de santo é morta a tiros dentro de terreiro de umbanda durante ritual religioso

‘Mãe Francy’ foi assassinada com um tiro de revólver na cabeça. O pai-de-santo Luiz Barbosa Veras, ‘Luiz de Xangô’, denunciado como autor intelectual (mandante) do crime morreu recentemente. Com relação a ele, o processo, ainda em grau de recurso, será extinto, tão logo seja devolvido à comarca de Maracanaú

O crime aconteceu no dia 22  de dezembro de 1996, durante um ritual de candomblé, na casa da vítima, na Rua da Conceição, no Planalto Cidade Nova, em Maracanaú. As primeiras investigações visando identificar os autores e conhecer suas causas, foram realizadas pelo delegado Domingos de Sousa, do 29 DP, de plantão. Pela maneira como o crime aconteceu, a Polícia não teve muita dificuldade para em desvendá-lo.
Vejam só, o susto da suposta Oyá, que com medo tirou o pano de cabeça correndo, e os demais “Orixás” correram , a suposta mulher dizendo está com Oxalá rapidinho se endireitou-se !!!
Isso de fato não aconteceria em uma casa de santo verdadeira, pois eu com meus próprios olhos vi no ano de 1990 a Legbara Rainha da 7 Encruzilhada (7 Saias) em uma gira desafiar policiais que queriam acabar com o toque jogando 7 cigarros acesos na cara do Policial, todos armados com uma escopeta calibre 12 e eles atirar e não sair 1 bala sequer !!!
Também vi Exú Tiriri de Lonãn segurar uma garrafa cheia de gasolina mandarem atear fogo e explodir com o Exu segurando ela, o exú ficou parecendo uma fogueira humana e o cavalo dele sair ileso sem sequer 1 fio de cabelo queimado…
Saudade da Umbanda antiga, na qual para você abrir uma casa, o exú tinha que pegar sua ota(pedra de assentamento) dentro de uma panela de ferro com dendê quente.

Loading...

Gostou? então Compartilhe!

Mais Lidas

loading...

JOIN THE DISCUSSION