Mãe perdoa dupla que assassinou seu filho, assista.

Está na oração de São Francisco de Assis: “Onde houver o ódio, que eu leve o amor. Onde houver ofensa, que eu leve o perdão (…) pois é dando que se recebe e é perdoando que se é perdoado”. Exatamente esta atitude teve uma mulher que supostamente teria se encontrado cara a cara com os assassinos de seu filho.

A situação está retratada em um vídeo cujo conteúdo está sendo compartilhado nas redes sociais. De acordo com a descrição do material, mulher está diante dos algozes que tiraram a vida de seu filho. Ao invés de xingar e desejar mal aos meliantes, ela diz que os perdoa.

Eles choram copiosamente e dizem estar muito arrependidos. Alegam que fizeram o que fizeram porque estavam drogados. “Por que vocês fazem isso? Droga, o nome já está escrito: é uma droga. Ai agora vocês ficam um pouco na prisão, depois saem, continuam na droga e faz o mesmo com outra pessoa”.

O rapaz de camisa azul promete que não fará mais. “Não vamos mais fazer. A senhora pode ter certeza”, diz, chorando.

“Eu vou confiar em Deus e vou confiar em vocês dois”, diz ela.

“Pode confiar, tia. Não vou fazer de novo não”, diz o mesmo rapaz, aos prantos.

“Eu vou confiar em vocês”, repete a mãe, abraçando o rapaz, que cai de vez no choro.

Depois ela abraça o outro meliante, de camiseta vermelha. “Vou confiar que vocês não vão fazer isso com mais ninguém e nem com a família de vocês. A dor que eu estou sentindo é tão grande. Mas no meu coração ainda cabe um pouquinho de perdão pra vocês. Não façam isso mais não, confiem em Deus”.

Os dois assassinos se abaixam, em sinal de reverência e repetem “me perdoa, tia”. Ela dá as mãos para eles e afirma: “eu quero ver vocês agora em outra situação. Eu fui nascida e criada onde vocês moram. Eu conheço todo mundo e quero ver vocês em outra situação. Eu sei que meu filho não vai voltar, mas eu espero que vocês fiquem com a mãe de vocês”

Depois desse discurso e das muitas lágrimas, o vídeo, que tem quase dois minutos de duração, chega ao fim. Não é possível saber o local e a data em que o encontro ocorreu. Mas, independentemente disso, as imagens seguem gerando repercussão nas redes sociais.

A maioria dos internautas dizem que não conseguiriam pensar e agir da mesma forma que a mãe anônima agiu. Alguns chegam a dizer que os rapazes não merecem confiança, pois assim que forem soltos estarão novamente na vida do crime, fazendo outras mães chorarem pela perda de seus filhos.

Há quem diga que são apenas falsos juízes sem moral, a opinar sobre a vida alheia, algo que também foi condenado na Bíblia em várias passagens, incluindo a que do Evangelho de João 8, versículo 7, onde está a famosa frase “atire a primeira pedra aquele que nunca pecou”.

Fonte: news365

Loading...

Gostou? então Compartilhe!

Mais Lidas

loading...

JOIN THE DISCUSSION