PMs obrigam homens a se desculpar por campanha para ajudar ‘falso’ doente na BA

O grupo teria pedido dinheiro para uma cirurgia que custaria R$ 10 mil reais. Um deles mentiu que tinha a doença grave para arrecadar a quantia.

Neste último fim de semana, três homens foram detidos depois de tentarem aplicar um golpe, no município de Heliópolis, que fica a cerca de 400 km de Salvador. O grupo teria percorrido o município com um carro de som durante semanas para arrecadar uma quantia em dinheiro.

O valor supostamente seria usado para pagar uma cirurgia que seria essencial para a cura de uma doença grave. Eles diziam aos moradores que se sensibilizaram com o caso, que um deles estaria com um câncer incurável e que para melhorar sua qualidade de vida seria necessário o procedimento cirúrgico.

Durante todo o período em que os três tentaram arrecadar o dinheiro, a população não desconfiou que pudesse se tratar de um golpe. Isso porque o grupo usou de um carro de som, e dava informações precisas sobre o estado de saúde do companheiro que também participava das caminhadas ao longo das ruas do município.

A história contada, é que o homem tinha a doença muito grave, e que era preciso custear o valor de todo o tratamento. Um vídeo foi divulgado nas redes sociais e mostra o carro de som passando pelo município, a informação chegou inclusive a ser divulgada pelas redes sociais e através de mensagens de celular para que alcançassem um número maior de doadores.

Sem saber que se tratava de um golpe, a população tentou se unir para ajudar o homem que corria ‘sérios riscos de vida’ caso não fosse tratado. Acontece que ele nunca esteve com a doença. Quem desconfiou que algo pudesse estar errado foi a polícia militar. Como o carro de som começou a passar pela cidade, todo mundo tinha oportunidade de ouvir a história.

Os agentes começaram a achar a narrativa bastante controversa e foram indagar os homens o que realmente estava acontecendo. Com uma história que tinha várias partes desencontradas os investigadores perceberam que poderia tratar-se de uma farsa. O grupo foi chamado na delegacia para prestar esclarecimentos, e depois de serem pressionados pelos homens da polícia acabaram confessando que se tratava de uma farsa.

Eles estavam tentando extorquir dinheiro da população, da maneira mais fácil e rápida que encontraram. Contando com a boa vontade das pessoas eles achavam que conseguiriam arrecadar o valor estipulado que seria divido pelos três. Um inquérito foi aberto para apurar os fatos, e os homens poderão responder por estelionato.

Além de terem agora que responder na justiça pelo crime, os três foram obrigados a rodar na cidade com o carro de som, dessa vez pedindo desculpa aos populares pelo que tinham feito. É possível ouvir, em imagens gravadas, os três assumindo que tudo se tratou de uma farsa. Eles tiveram que passar pela vergonha da retratação, e devolver a quantia aos doadores. Assista ao vídeo do pedido de desculpas a seguir:

Fonte: news365

Loading...

Gostou? então Compartilhe!

Mais Lidas

loading...

JOIN THE DISCUSSION